19 de abril de 2017

Medo e Ansiedade


O medo pode ser entendido como uma reação natural perante um estímulo considerado perigoso, presente no ambiente.

Psicóloga Amil

 É normal que as pessoas temam aquilo que é desconhecido e isto pode ser chamado de ansiedade. Por exemplo: podemos sentir medo de um ladrão que aparece subitamente e podemos ficar ansiosos com o vestibular.
Ambas são reações normais especialmente quando os indivíduos não foram expostos a determinadas situações, mas tornam-se problemáticas quando limitam a vida da pessoa.
Algumas pessoas podem sentir ansiedade perante a ideia de trocar de emprego, ou de casa e deixam de receber os benefícios que tal troca poderia proporcionar.Naturalmente, a vida é feita de escolhas e todas elas implicam em ganhar uma coisa e perder outra. Portanto ter ansiedade perante situações novas é normal, pois sinaliza que haverá perdas também.
O que se torna importante é saber lidar com estes sentimentos de medo e ansiedade de forma a não comprometer o progresso do indivíduo. Muitos medos e situações ansiosas são geradas a partir da exposição do indivíduo à situações ruins, sem que haja a menor necessidade. Vou dar um exemplo: o noticiário raramente mostra coisas bonitas, mas a todo o momento aponta situações de desgraça, ruína e prejuízos. É natural que a pessoa que fique exposta a este tipo de informação passe a desenvolver um comportamento ansioso.
Este foi um exemplo, eu poderia citar outros mil!
Cabe a cada indivíduo refletir sobre as situações que desencadeiam medo e ansiedade e questioná-las, verificando friamente se existe a possibilidade de algo muito ruim lhe ocorrer, caso se comporte desta ou daquela forma.
Entretanto, se o medo for algo incapacitante, é hora de buscar ajuda.

♥ psicologa bradesco sp



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...