6 de janeiro de 2017

A necessidade de agradar

consulta psicológica, psicologa, agendamento de consulta gratuita, preços de terapia, psicoterapia, atendimento, psicoterapico,psicoterapia, psicologa, psicologo, psicanalista, gestalt, terapia cognitivo comportamental, testes, avaliações, quanto custa consulta, atendimento, psicologico, psico, estresse, psicologa, tratamento, convenio,  terapia de casais,depressao, estresse, ajuda emocional, convenio psicologico, marcar consulta, sao paulo psicologa, preco de consulta, valor da consulta psicologa,primeira consulta psicologica gratis, terapia, psicoterapia, psicologia, tratamento para depressao, tratamento para ansiedade, dificuldade de relacionamento, crianças, adultos, idosos, casais, grupos, palestras, estresse, obesidade, ciúme, amor, namoro, casamento, sexo, sexualidade, luto, patologia tratamento, psicóloga allianz, psicólogo, allianz, psicóloga, allianz psicólogo saúde bradesco, psicóloga saúde porto seguro,  clinica de psicologia, consultorio psicologia, convenio psicologa, consultorio psicologigo vila mariana, bradesco saude, amil, unimed, golden cross, reembolso, omnit, psicologa na vila mariana, psicologa que atende amil em Sp, psicóloga que atende saúde bradesco em sp, Psicologa que atende Sul America em Sp

“Para se fazer grandes coisas não se deve estar acima dos homens, mas junto deles.” Montesquieu

Vamos refletir:

Precisamos realmente agradar aos outros? Sempre? Por que?

Para conseguir aceitação? Afinal, o que é aceitação?

Aceitamos o outro quando não o criticamos por ser quem é, por seus gostos, sua forma de pensar. E aceitamos o outro, quando sabemos pontuar com firmeza seus comportamentos pouco nobres.
Aceitar não quer dizer concordar sempre. Ao contrário, as pessoas a quem amamos nos dão esta liberdade para discordar. O que importa aqui é saber como discordar.


Mas... será que abrir mão das suas características particulares para agradar o outro é garantia de aceitação?

Na verdade não. Ao contrário, pode parecer "garantia de dominação", pois quanto mais você muda, mais o outro exigirá mudanças.... até que não sobre nada de você em você mesmo!!!

Antes de tentar agradar as pessoas devemos pensar em nós mesmos, e nas nossas reais necessidades de afeto.

Será que ao tentar agradar alguém não estamos ferindo outras pessoas que merecem muito mais o nosso afeto?

Será que temos que ser sempre bons, lindos, perfeitos, e fazer tudo como manda o figurino?

Será que não temos o direito de errar de vez em quando? E sermos perdoados por isso? será que para agradar temos que não errar nunca?

Será que não estamos entrando numa paranoia sem fim ao tentar agradar todo mundo?
Será que isso não é uma manifestação do nosso orgulho?


... fica aqui a possibilidade de reflexão,

♥ psicologa bradesco sp



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...