Pular para o conteúdo principal

Negociando com o inimigo

Muitas pessoas apresentam dificuldades em se relacionar com seus pares e para amenizar esta situação buscam promover a modificação do OUTRO. No entanto, uma análise mais detalhada pode revelar que o indivíduo apresenta baixa resistência à frustração. Esperar que o outro se comporte  em concordância com as regras impostas é o caminho mais curto para desentendimentos. Uma relação saudável exige negociação das partes em substituições às brigas e ofensas.

Mas como promover esta negociação? As vezes parece que o outro não quer ceder, que está sempre de mau humor, sempre fechado ao diálogo, sempre com "quatro pedras na mão". Como dialogar nestas condições?

Realmente não é fácil lidar com pessoas "difíceis".
O primeiro passo para "remover as montanhas" da má vontade alheia é justamente o mais difícil: chama-se "Compreensão". 

  • procurar Compreender os motivos que levaram um indivíduo a agir de determinada forma obriga-o a se colocar no lugar desta pessoa, de forma autêntica. As pessoas muito "estressadas" são geralmente rotuladas assim porque poucos a compreendem, o que torna o ambiente que elas vivem como aversivo. Inserido neste contexto é natural que um indivíduo desenvolva um repertório comportamental defensivo, usando como principal arma a agressão. Em resumo, eles agridem para se defender de ameaças. Portanto é útil compreender o que se configura como ameaça para aquela "pessoa difícil".
O segundo passo é a acolhida



  • Mesmo quando o outro esteja "soltando fogo pelas ventas" como se diz no senso comum, oferecer espaço para que o outro fale o que está sentindo pode ser uma conduta útil, mas é preciso se munir de muita paciência para deixar que o outro se expresse, muitas vezes de forma agressiva.
O terceiro é a negociação
  • se você conseguiu compreender os motivos que levaram a pessoa a se sentir importunada, conseguiu acolher seu discurso e suas atitudes, talvez seja o momento de negociar. Isto não significa ceder aos caprichos alheios (ao contrário, ceder neste ponto equivale a reforçar atitudes inadequadas), mas sim ensinar o indivíduo a perceber que ele tem seu espaço, desejos e interesses, mas que os outros também o tem. Negociar é buscar uma justa medida que seja adequada para todos e isto inclui abrir mão de alguns interesses a favor da boa convivência. Todos devem ceder em algum momento, portanto todos terão alguma frustração e deverão aprender a lidar com isto.
Vale ressaltar que estes passos são meras sugestões, não se configurando como regras de conduta. Cada um de nós pode desenvolver outras formas de lidar com este problema, considerando as particularidades dos envolvidos e das situações. Não existem regras, apenas sugestões.




Comentários

Avalie

Opiniões

Postagens mais visitadas deste blog

Análise da letra "O Papa é POP"

As letras do Compositor Humberto Gessinger retratam conteúdos extremamente profundos, exigindo grande capacidade de abstração para estabelecer uma compreensão aproximada. Portanto devem ser interpretados de acordo com a subjetividade e o momento de cada um. Deste modo, não existe interpretação certa ou errada. Não é possível afirmar com certeza sobre o que Gessinger pretendeu expor, exceto se o mesmo se posicionar a este respeito. Deste modo, deixo aqui uma análise  aproximada, respeitando os demais pontos de vistas e ressaltando que não existem verdades absolutas. Aceito críticas, desde que sejam feitas de forma madura, adultas, fundamentadas e construtivas visando agregar novos pontos de vista para todos os leitores E QUE ESTEJAM COERENTES COM O QUE FOI ESCRITO NO POST.  Respostas ofensivas não serão publicadas. ___________________________________________________ Eis a letra na íntegra: Todo mundo tá revendo O que nunca foi visto Todo mundo tá comprando Os ma

A dificuldade de relacionamento

Por que algumas pessoas apresentam mais dificuldade de relacionamento que as outras?  O tema não é fácil e abre diversas possibilidades de entendimento. A proposta aqui não é esgotar o assunto, mas ao contrário, buscar novas formas de entendimento. O que é a dificuldade de relacionamento Trata-se da dificuldade que se apresenta quando um indivíduo precisa estabelecer elos de comunicação, e não consegue, por medo ou vergonha excessiva,  Aquilo que para alguns é tão natural, para outras é um pesadelo, preferindo abster-se do convívio social, isolando-se ou buscando apenas relacionamento na internet, onde não precisam se expor com totalidade, podendo "deletar os indesejáveis" quando bem entender. Não vamos considerar como dificuldade o simples fato de um indivíduo se desentender somente com uma ou duas pessoas. Isto pode ser uma questão de ajuste na relação e é assunto pra outro tópico. O foco aqui são as dificuldades que trazem limitações e p

psicologa, bradesco

Atendimento Psicologico convenio Bradesco por reembolso. www.psicoterapia-sp.com.br Maris V. Botari ( Curriculo ) Psicóloga Clínica CRP-SP - 06/121677  (11) 99984-9910  Consultório  Rua Domingos de Morais, 770 - bl 01 sl 05 Vila Mariana - São Paulo -  SP psicologamaris@gmail.com O consultório de psicologia funciona: De segunda a sexta das 7:00-23:00 Sábados: 7:00-20:00 Domingos: somente emergências  Atendimento:  terapia crianças, adultos, idosos, casais e grupos, ajuda emocional, orientações e aconselhamentos.  Primeira consulta  grátis Quando procurar terapia? A psicoterapia é uma forma de promover o bem estar afetivo para quem busca ajuda emocional. O processo psicoterapico tem duração variada, dependendo da queixa e das formas que o paciente encontra de lidar com os conflitos. O papel da psicologa ou psicologo é mostrar os possíveis caminhos Atuo com terapia cognitivo comportamental, testes e avaliações Ofere